Ecos da Segunda Guerra

 

1939 - 1945

 

Que essa ocasião solene faça emergir um mundo melhor, com fé e entendimento, dedicado à dignidade do homem e à satisfação de seu desejo de liberdade, tolerância e justiça."

Segunda Guerra Mundial
Home / Hoje em dia / Rússia Planeja Rearmamento a partir de 2011

Rússia Planeja Rearmamento a partir de 2011

Moscou anunciou a aceleração de seu rearmamento a partir de 2011 e citou a expansão da OTAN como um dos motivos. Tal ato tem forte apelo para a modernização das suas armas nucleares. O vencedor da Segunda Guerra Mundial não se conforma com a fraqueza econômica e o declínio militar

O Presidente russo, Dmitri Medvedev, anunciou um programa de rearmamento “em larga escala” do exército e da marinha, a partir de 2011. Falando aos altos representantes do Ministério da Defesa, o líder russo explicou que a “análise da situação político-militar no mundo aponta um potencial de conflitos sérios em algumas regiões, alimentado por crises locais e pelas incessantes tentativas da OTAN de desenvolver as suas infra-estruturas militares próximos da Rússia”.

Esta não foi a única referência exterior para justificar a aposta no rearmamento. Medvedev comentou as lições do conflito com a Geórgia (do ano passado), que expôs “as nossas fragilidades”, sobretudo “certas categorias de armas e meios de comunicação”. Medvedev foi um pouco mais objetivo, em outro momento, sobre as intenções do Kremlin: “A tarefa é aumentar a capacidade de combate das nossas forças, em primeiro lugar as forças estratégicas nucleares.”

Estes são os pontos cruciais da intervenção de Medvedev: o programa de rearmamento vai voltar-se para as tecnologias já desenvolvidas e com extraordinário impacto para o respectivo preço; pelo menos uma parte da motivação está ligada à expansão da OTAN; e o anúncio dos planos para 2011 aparece poucos dias após se confirmar a distensão das relações entre Estados Unidos e Rússia.

A nova ambição russa não será muito cara. Após anos de preços elevados do petróleo, Moscou atingiu uma situação econômica mais estável, porém a crise internacional está rugindo a porta do Kremlin. Comparado com o estadunidense, o orçamento militar russo é 13 vezes menor. Em nível econômico, a Rússia é uma potência de média dimensão.

Talvez por tudo isto, Washington abafou o anúncio do presidente russo. O porta-voz do Pentágono, Geoff Morell, afirmou que os Estados Unidos não viam problema nenhum num plano de rearmamento: “A Rússia é um país soberano e independente. Tem todo o direito de se dotar de uma sólida capacidade de autodefesa.”

Sobre André Luiz!

André Luiz, natural de Osasco, ex-militar do Exército, estudou letras em São Paulo, graduando em Psicologia e fascinado pelos fatos que envolvem a Segunda Guerra Mundial. Idealizador e criador do site Ecos da Segunda Guerra, - antigo Segunda Guerra.org - escreve sob a expectativa de contribuir com a memória deste trágico conflito e demonstrar mesmo nos acontecimentos mais terríveis é possível observar detalhes interessantes.

Veja Também

rudolf hess - As últimas fotos de Rudolf Hess vivo na Prisão de Spandau

As últimas fotos de Rudolf Hess vivo na Prisão de Spandau

“Eu fui à Inglaterra por você”: última foto de Rudolf Hess reaparece junto a uma …

foto 3 1 e1515343512851 - Adolf Hitler realmente morreu em seu Bunker, em 1945?

Adolf Hitler realmente morreu em seu Bunker, em 1945?

Por: Anderson Subtil    20 de abril de 1945, enquanto os tanques soviéticos cercavam uma …

Deixe sua Opinião (Facebook - Twitter - Google+)