Ecos da Segunda Guerra

 

1939 - 1945

 

Que essa ocasião solene faça emergir um mundo melhor, com fé e entendimento, dedicado à dignidade do homem e à satisfação de seu desejo de liberdade, tolerância e justiça."

Segunda Guerra Mundial
Home / Historia da Segunda Guerra / Fatos / Após / Proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos após a Segunda Guerra
Eleanor Roosevelt and Human Rights Declaration - Proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos após a Segunda Guerra

Proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos após a Segunda Guerra

No dia 10 de Dezembro de 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos é adotada e proclamada pela Assembléia-geral das Nações Unidas no Palais de Chaillot em Paris. A declaração firmou a visão da organização para os direitos humanos garantidos a todos os povos, proporcionando direitos e liberdades básicas aos quais todas as mulheres e homens são dados:

  • O direito à vida, liberdade e nacionalidade;
  • A liberdade de pensamento, consciência e religião;
  • O direito ao trabalho e a ser educado;
  • O direito à alimentação e habitação;
  • O direito a fazer parte de um governo.

Houve 48 votos para a Declaração, nenhum contra e 8 abstenções (Rússia Branca, atualmente Bielorrússia, Checoslováquia, Polônia, Arábia Saudita, Ucrânia, URSS, África do Sul e Iugoslávia).

O canadense John Peters Humphrey foi o principal projetista do texto da declaração, após ter sido convidado ao cargo de Secretário-geral das NU. Ele foi assessorado por Eleanor Roosevelt dos Estados Unidos, René Cassin da França, Charles Malik do Líbano e P. C. Chang da China, entre outros.

A declaração de 6 páginas foi traduzida para mais de 320 idiomas e dialetos do Abecas ao Zulu, sendo o documento mais traduzido no mundo.

Leia a Declaração completa de 1948

Eleanor Roosevelt
Eleanor Roosevelt com cartaz impresso a Declaração Universal dos Direitos Humanos

Sobre André Luiz!

André Luiz, natural de Osasco, ex-militar do Exército, estudou letras em São Paulo, graduando em Psicologia e fascinado pelos fatos que envolvem a Segunda Guerra Mundial. Idealizador e criador do site Ecos da Segunda Guerra, - antigo Segunda Guerra.org - escreve sob a expectativa de contribuir com a memória deste trágico conflito e demonstrar mesmo nos acontecimentos mais terríveis é possível observar detalhes interessantes.

Veja Também

onu logo2 5462da5e site icon - Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948

Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948

Declaração Universal dos Direitos Humanos. Documento contendo todos os artigos do documento de 1948.  Prefácio …

1 comentário

  1. Rafael Cardoso António Kimbundo

    São princípios muito bem elaborados pelos grandes líderes mundias após a devastosa segunda guerra mundial, contudo muitos governos a sul do sara violam constantemente os direitos do homem. Daí peço maior atenção dos países super desenvolvidos à olharem para está parte do mundo, porém sem interesses económicos e políticos! Ajudem a salvar os homens, somos antes de mais e sobretudo seres humano.

Deixe sua Opinião (Facebook - Twitter - Google+)