Ecos da Segunda Guerra

 

1939 - 1945

 

Que essa ocasião solene faça emergir um mundo melhor, com fé e entendimento, dedicado à dignidade do homem e à satisfação de seu desejo de liberdade, tolerância e justiça."

Segunda Guerra Mundial
Home / Hoje em dia / Polícia Civil Gaúcha Desmantela Grupo Neonazista

Polícia Civil Gaúcha Desmantela Grupo Neonazista

suasticalixoCom a apreensão de 300 materiais, como bombas caseiras e livros sobre Hitler, a Polícia Civil Gaúcha acredita ter acabado com um dos principais grupos neonazistas em atuação no Estado.

A polícia tem pistas de que eles se preparavam para um ataque à comunidade judaica, além de punks, negros e homossexuais.

Na operação foram pegos objetos com referências ao nazismo: DVDs, fotos, livros e fardas militares. Além disso, os policiais levaram computadores, bombas, facas e celulares, que estavam guardados nas casas de cinco integrantes deste grupo, surgido há um ano: o Neuland – nova terra em alemão. A ação aconteceu em Porto Alegre, Cachoeirinha e Viamão, porém ninguém foi preso. A ofensiva prossegue hoje na Serra.

O delegado Paulo César Jardim, titular da 1ª DP, explica que não é crime manter esse material em casa. Por isso, a polícia trabalha para ligar essas pessoas a crimes e ao planejamento de organizar ataques a sinagogas.

Testemunhas e documentos levam a polícia ao plano de ataques a sinagogas e confrontos contra grupos rivais. Os atentados aconteceriam este ano em Porto Alegre, e em outros municípios da Região Metropolitana e Serra. A polícia segue investigando como os suspeitos executariam os crimes.

Os neonazistas gaúchos teriam ligações com outras facções no Paraná e em São Paulo. Um jovem de 21 anos, identificado pela Polícia Civil como Jairo Fischer, seria o líder no Rio Grande do Sul. Ele foi preso há alguns dias em Teutônia e levado para o Paraná, onde está sendo acusado da morte de um casal, em abril, em Curitiba.

Cerca de 50 integrantes são investigados, e a polícia ainda quer o depoimento de pelo menos quatro dos cinco responsáveis pelos materiais apreendidos ontem. Entre 30 e 40 armas, incluindo pistolas e uma metralhadora, foram identificadas em fotos e vídeos.

Segundo a polícia, ao menos 10 assassinatos no país nos últimos dois meses estão vinculados a este grupo.

Difícil é entender como que preceitos mórbidos e banais do nazismo alemão continuam servindo de base ideológica para alguns jovens.

Sobre André Luiz!

André Luiz, natural de Osasco, ex-militar do Exército, estudou letras em São Paulo, graduando em Psicologia e fascinado pelos fatos que envolvem a Segunda Guerra Mundial. Idealizador e criador do site Ecos da Segunda Guerra, - antigo Segunda Guerra.org - escreve sob a expectativa de contribuir com a memória deste trágico conflito e demonstrar mesmo nos acontecimentos mais terríveis é possível observar detalhes interessantes.

Veja Também

rudolf hess - As últimas fotos de Rudolf Hess vivo na Prisão de Spandau

As últimas fotos de Rudolf Hess vivo na Prisão de Spandau

“Eu fui à Inglaterra por você”: última foto de Rudolf Hess reaparece junto a uma …

foto 3 1 e1515343512851 - Adolf Hitler realmente morreu em seu Bunker, em 1945?

Adolf Hitler realmente morreu em seu Bunker, em 1945?

Por: Anderson Subtil    20 de abril de 1945, enquanto os tanques soviéticos cercavam uma …

1 comentário

  1. É realmente muito difícil entender como isso possa servir de ideologia a jovens dessa geração!

Deixe sua Opinião (Facebook - Twitter - Google+)