Ecos da Segunda Guerra

 

1939 - 1945

 

Que essa ocasião solene faça emergir um mundo melhor, com fé e entendimento, dedicado à dignidade do homem e à satisfação de seu desejo de liberdade, tolerância e justiça."

Segunda Guerra Mundial
Home / História / Fatos / Operação Carne Picada – Mincemeat – Parte I

Operação Carne Picada – Mincemeat – Parte I

Após o êxito na batalha no Norte de África, o próximo alvo estratégico dos Aliados era a Sicília. Localizada no meio do Mediterrâneo, tal ilha era ponto intermédio entre o Norte de África e a Europa ocupada. O terreno montanhoso de Sicília proporcionava vantagens aos defensores. O segredo quanto aos pontos de desembarque deveria ser absoluto, por parte dos aliados. Mas essa medida não sereia suficiente, pois os defensores da ilha por certo preveriam esses possíveis pontos de desembarque, reforçando-os de modo que derrotariam as tropas invasoras.

A solução veio da idéia de dois oficiais britânicos, Ewen Montagu e sir Archibald Cholmondley. Archibald foi o primeiro a sugerir que forjassem documentos dos Aliados e os colocassem em posse de um corpo de algum soldado morto e em seguida fizesse com que o corpo caísse em mãos alemãs.

A estratégia era simplíssima, difícil seria enganar os alemães. Antes de qualquer coisa, seria preciso evitar que os alemães desconfiassem dos enormes preparativos para invasão da Sicília na Operação Husky. E também, o plano não poderia conter nenhuma falha visível aos serviços secretos alemães, o que poderia desencadear reforços nas defesas na ilha Sicília.

Montagu acreditava que o mais difícil era convencer os responsáveis Aliados de que o plano teria êxito, que enganar os alemães.

O plano era complexo. Como entregar o corpo aos alemães? Inicialmente, considerou-se soltar o corpo num pára-quedas parcialmente destruído. Porém, era extremamente raro um tripulante de um avião carregar documentos secretos. Por certo isso não seria convincente.  O corpo não poderia chegar por correio, pois militares dos correios não tinha permissão para viajar em território inimigo. E uma autópsia ao corpo revelaria que este havia padecido muito antes de atingir o território inimigo. Por outro lado, os alemães não estranhariam o fato de um corpo a flutuar no mar houvesse morrido muito antes de ser resgatado. Desta forma, esta solução eliminaria o problema do corpo transportar documentos ultra-secretos em território inimigo.

A equipe de Montagu decidiu que o corpo seria um carteiro aliado morto quando seu avião caiu e consequentemente seu corpo foi carregado à costa.  Os serviços secretos empregaram um submarino para que assim o corpo fosse posto o mais próximo possível da costa, sem serem detectados. Vista a estreita relação entre o governo espanhol e alemão, como a grande presença dos serviços secretos militares alemães (Abwehr) em território espanhol, a costa espanhola seria uma boa escolha.

E como encontrar um corpo que se se encaixasse aos objetivos? Com a idade, aparência e com a causa da morte adequada ao plano traçado? A procura por um corpo com as características desejadas deveria ser feita com extremo cuidado, fornecendo o mínimo de informação sobre a futura utilização do mesmo, para evitar a descoberta do plano pelos serviços secretos alemães.

Continua…

Sobre André Luiz!

André Luiz, natural de Osasco, ex-militar do Exército, estudou letras em São Paulo, graduando em Psicologia e fascinado pelos fatos que envolvem a Segunda Guerra Mundial. Idealizador e criador do site Ecos da Segunda Guerra, - antigo Segunda Guerra.org - escreve sob a expectativa de contribuir com a memória deste trágico conflito e demonstrar mesmo nos acontecimentos mais terríveis é possível observar detalhes interessantes.

Veja Também

Sem título - Canibalismo Japonês Durante a Segunda Guerra Mundial

Canibalismo Japonês Durante a Segunda Guerra Mundial

Será ficção, mais um mito popular, uma invenção dos prisioneiros de guerra? Não sei confirmar, …

feb - Estupros e Massacres na Segunda Guerra Mundial – Soldados Brasileiros

Estupros e Massacres na Segunda Guerra Mundial – Soldados Brasileiros

Na gloriosa história de nossa Força Expedicionária Brasileira e campo de combate italiano, tivemos alguns …

3 comentários

  1. Pingback: Segunda Guerra Mundial é no site Segunda Guerra.org | Blog +

  2. Pingback: Operação Carne Picada - Parte III | Segunda Guerra.org

  3. Pingback: Segunda Guerra Mundial é no site Segunda Guerra.org | blogmau

Deixe sua Opinião (Facebook - Twitter - Google+)