Ecos da Segunda Guerra

 

1939 - 1945

 

Que essa ocasião solene faça emergir um mundo melhor, com fé e entendimento, dedicado à dignidade do homem e à satisfação de seu desejo de liberdade, tolerância e justiça."

Segunda Guerra Mundial
Home / Multimidia / Livros e Revistas / Navios Brasileiros Torpedeados pelo EIXO – Livro: Torpedo, o terror no Atlântico
capa torpedo terror do atlantico - Navios Brasileiros Torpedeados pelo EIXO - Livro: Torpedo, o terror no Atlântico

Navios Brasileiros Torpedeados pelo EIXO – Livro: Torpedo, o terror no Atlântico

Venha descobrir o que houve nos bastidores da maior tragédia brasileira na Segunda Guerra Mundial, que foram os afundamentos de navios tupiniquins por submarinos da Alemanha Nazista. 

No livro: Torpedo, o Terror do Atlântico, Marcus Vinícius de Lima Arantes conta com maestria o drama dos brasileiros que padeceram mesmo antes do Brasil declarar guerra às forças do EIXO. 

Conheça os detalhes de cada navio, cada submarino, das operações de resgate e do patrulhamento no Atlântico.  
Livro indispensável para quem quer conhecer ainda mais sobre a Segunda Guerra Mundial! 

capa-torpedo-terror-do-atlantico

Sinopse

O livro compõe-se de seis capítulos abrangendo desde a ascensão de Hitler ao poder até os ataques aos navios brasileiros e as operações de patrulha no Atlântico Sul realizadas pela FAB e pela Marinha do Brasil.

Está estruturado da seguinte forma: Capítulo 1 (O Conflito Mundial) – trata da ascensão de Hitler ao poder, o início do conflito na Europa, a expansão da guerra no continente europeu, os reflexos no Brasil e a “política de boa-vizinhança” implementada pelos Estados Unidos para os países da América Latina.

Capítulo 2 (A Agressão ao Brasil)- é apresentado inicialmente um cenário do Brasil da época e suas relações com os Estados Unidos e com os governos ditatoriais da Europa. O texto prossegue com o início dos ataques aos navios mercantes brasileiros e a declaração de guerra aos países do Eixo.

Capítulo 3 (Os Navios Torpedeados) – é um completo levantamento de dados e fatos sobre todos os navios torpedeados. É com certeza a obra mais completa no que diz respeito a esse assunto. Para cada um dos navios é apresentada sua ficha técnica, os dados de construção, nomes e armadores anteriores e um relato detalhado do ataque, com indicação do submarino agressor, seu comandante e os local exato do ataque.

Capitulo 4 (Os Submarinos Agressores) – apresenta uma matéria inédita dentre todas as publicações sobre o assunto até agora editadas. É um completo levantamento de todos os submarinos alemães e italianos que participaram de ações ofensivas contra os navios brasileiros. São apresentados os tipos de submarinos, suas especificações técnicas, nome e dados biográficos de seus comandantes durante o período.

Capítulo 5 (Salvamento e Resgate) – traz outro ineditismo. É contada a história de como foram resgatados os náufragos de alguns dos navios atacados e apresenta todos os navios mercantes e de guerra que participaram das operações de salvamento, com sua origem e breve relato de sua história

Capítulo 6 (Patrulhamento do Atlântico Sul) – é totalmente dedicado às operações de patrulhamento do Atlântico Sul pela F.A.B e pela Marinha do Brasil. É detalhado o acordo entre Brasil e Estados Unidos para instalação bases aeronavais americanas ao logo da costa norte-nordeste do Brasil, sendo a principal delas e a de maior importância estratégica base do município de Parnamirim, vizinho a capital potiguar. Apresenta ainda uma descrição da estruturação da F.A.B. e das forças navais brasileiras para cumprir as missões de proteção ao território nacional. Como matéria também inédita, o capítulo ainda trata de todos os confrontos havidos com os submarinos agressores ordenados cronologicamente. Finalmente, apresenta os navios da Marinha do Brasil que participaram da campanha e todos os aviões utilizados pela F.A.B com especificações técnicas de cada um.

 

Título – Torpedo, o terror no Atlântico

Tema – O tema central é o torpedeamento dos navios mercantes
brasileiros por submarinos do Eixo durante a Segunda Guerra Mundial.
Há também uma abordagem do patrulhamento do Atlântico Sul feito pela
Marinha do Brasil e pela recém-criada Força Aérea Brasileira.

Formato projetado – 16 x 23 cm

Nº de páginas – 286

Ilustrações – 79 fotografias

Capa – ilustração a cores

 

Video sobre o afundamento de Navios Brasileiros por Submarinos alemães na Segunda Guerra Mundial

Sobre Ricardo Lavecchia

Ricardo Lavecchia tem 35 anos, nascido no dia 22/01/1982. Natural de Santo André – SP Trabalha como vedendor, desenhista nas horas vagas, sempre procurou novas idéias em imagens de livros e jornais, e foi numa dessas buscas que descobriu outra paixão: A Segunda Guerra Mundial. Tinha, então, 18 anos e se deparou com o livro: "Crônicas de Guerra - Com a FEB na Itália" de Rubens Braga. Ao invés de apenas escolher uma imagem para desenhá-la, resolveu ler o livro. O fascínio pelo assunto o tomou por completo. Em suas pesquisas sobre o tema, descobriu não só relatos de guerra, mas amizades sinceras de veteranos, como o Sr. Antônio Cruchaki, veterano do 9º BEC e o falecido Capitão Rocha da Senta a Pua. E-mail: ricardo @ segundaguerra.net

Veja Também

tec - Ecos da Segunda Guerra na Edição de Outubro da Revista Tecnologia e Defesa

Ecos da Segunda Guerra na Edição de Outubro da Revista Tecnologia e Defesa

O Ecos da Segunda Guerra, ampliando a parceria com a Revista Tecnologia & Defesa, estampa …

porto - Livros da Segunda Guerra - O Porto Distante

Livros da Segunda Guerra – O Porto Distante

Amigos segue uma indicação de mais um livro sobre a Segunda Guerra Mundial, nesse livro …

Deixe sua Opinião (Facebook - Twitter - Google+)