Ecos da Segunda Guerra

 

1939 - 1945

 

Que essa ocasião solene faça emergir um mundo melhor, com fé e entendimento, dedicado à dignidade do homem e à satisfação de seu desejo de liberdade, tolerância e justiça."

Segunda Guerra Mundial
Home / Brasil / Medalhas da FEB

Medalhas da FEB

Cruz de Combate de 1ª e 2ª Classe

med001a med001b med001c med001d

Decreto lei n° 6.795, de 17 de agosto de 1944, regulamentado pelo decreto n°16.821, de outubro de 1944.

Finalidade: Premiar os militares que se distinguiram em ação durante a Segunda Guerra Mundial.

1ª CLASSE – OURO
Atribuída aos militares que praticaram atos de bravura, ou mostraram espírito de sacrifício no desempenho das missões em combate, e às unidades que se destacaram na luta.

2ª CLASSE – PRATA
Atribuída aos participantes de feitos excepcionais, praticados em conjunto por vários militares.

Características:
Anverso – Cruz de Malta maçanetada, com resplendor canelado formando um quadro; no centro um disco com uma coroa de louro circundando o cruzeiro do sul. Prendendo a cruz, um emblema composto de uma âncora, um canhão, quatro bandeiras e quatro fuzis, tendo sobre o centro um globo geográfico com a sigla FEB;

Reverso – Gravada “Estados Unidos do Brasil” e logo abaixo a data do evento que deu margens à concessão da condecoração;

Fita – De seda chamalotada, com 30 mm de largura, de cor vermelha com bordadura verde nos lados.

Medalha de Campanha

med002a med002b

Decreto Lei n° 6.795, de 17 de agosto 1944, regulamentado pelo Decreto n°16.821, de 13 de outubro de 1944.

Finalidade: Atribuída aos militares de ativa, da reserva e assemelhados que integraram operações de guerra sem nota desabonadora.
Também foi atribuída a militares dos exércitos das nações amigas e aliada que tomaram parte da campanha, incorporados às nossas forças.

Características: Cruz de Malta contendo no centro a legenda “FEB” contornada por uma coroa de louros – símbolo da glória militar. Sobre os três ramos da cruz, a data 16-VII-1944 – do desembarque na Europa da força expedicionária Brasileira;

Fita – seda chamalotada, nas cores verde e vermelha, verticalmente disposta em três partes iguais, sendo a do centro vermelha.

Medalha de Sangue do Brasil

med003a med003b med003c med003d med003e

Decreto Lei nº 7.709, de 5 de julho de 1945.

Finalidade: Agraciar oficiais, praças, assemelhados e civis, destacados para o teatro de operações, e que receberam ferimentos em conseqüência de ação objetiva do inimigo.

Características:

Anverso – Sabre das armas da República; três estrelas vermelhas representando os três ferimentos do General Sampaio, no dia 24 maio 1866, na batalha de Tuiuti, na Guerra do Paraguai. Dois ramos de Pau-brasil orlando a medalha, fazem memória à pátria e as origens de seu nome glorioso;

Reverso – esfera da bandeira nacional envolvida pelos dois ramos de Pau-Brasil;

Fita – Vermelha com um friso central dividido em três partes iguais: amarelo, verde, amarelo – cores nacionais.

Medalha de Guerra

med004a med004b med004c med004d

Decreto Lei n° 6.795, de 17 de agosto de 1944, regulamentado pelo Decreto n°16.821, de 13 de outubro de 1944.

Finalidade: Premiar oficiais da ativa, da reserva, e reformados e civis que prestaram serviço relevante de qualquer natureza, ligados ao esforço da guerra, preparo da tropa, ou desempenhado missões especiais confiadas pelo governo, dentro ou fora do País. Foi também atribuída a militares dos exércitos das nações amigas ou aliada que colaboraram no esforço de guerra nacional.

Características:
Anverso – Cruz do templo com um dístico central onde se mostra o Cruzeiro do Sul – das armas nacionais. A cruz está sobreposta numa coroa de louro e de carvalho – símbolo do valor militar e do valor cívico;

Reverso – Alto-relevo, gravada data 22-VIII-1942 – declaração de Guerra do Brasil;

Fita– de seda chamalotada amarela, com bordadura verde nos lados.

Sobre André Luiz!

André Luiz, natural de Osasco, ex-militar do Exército, estudou letras em São Paulo, graduando em Psicologia e fascinado pelos fatos que envolvem a Segunda Guerra Mundial. Idealizador e criador do site Ecos da Segunda Guerra, - antigo Segunda Guerra.org - escreve sob a expectativa de contribuir com a memória deste trágico conflito e demonstrar mesmo nos acontecimentos mais terríveis é possível observar detalhes interessantes.

Veja Também

foto 3 - Georges Schteinberg - O Herói judeu da França Livre que viveu entre nós.

Georges Schteinberg – O Herói judeu da França Livre que viveu entre nós.

O Holocausto, a perseguição e o posterior assassinato sistemático e em escala industrial, perpetrado pelos …

11202873 455284331340213 6279428159685743052 n e1510068711717 - De Cangaceiro a Soldado da Borracha

De Cangaceiro a Soldado da Borracha

Muitos foram os brasileiros lutando pelo esforço de guerra durante a Segunda Guerra Mundial, mas …

1 comentário

Deixe sua Opinião (Facebook - Twitter - Google+)