Ecos da Segunda Guerra

 

1939 - 1945

 

Que essa ocasião solene faça emergir um mundo melhor, com fé e entendimento, dedicado à dignidade do homem e à satisfação de seu desejo de liberdade, tolerância e justiça."

Segunda Guerra Mundial
Home / História / Países / Itália

Itália

Com o fim da Primeira Grande Guerra, a Itália encontrava-se economicamente devastada. Benito Mussolini irradiou uma mistura de nacionalismo com pragmatismo, incentivando o movimento sindical, a colaboração entre os capitalistas e trabalhadores a favor dos grandes interesses da nação. Em Janeiro de 1921, Mussolini fundou o Partido Fascista, que fora discutido numa reunião em 23 de Março de 1919, na Praça do Santo Sepulcro em Milão.

Em 1921, o Partido Socialista Italiano, do qual Mussolini havia sido expulso, sofreu um colapso devido à renúncia de Amadeo Bordiga e António Gramsci. Fato que levou uma grande parte de militantes partidários a formar o Partido Comunista (PCI), deixando o PSI órfão do seu setor mais radical.

Após a crise governamental e de uma manifestação em Roma (quase um golpe de estado), o rei Victor Manuel III não teve escolha senão nomear Mussolini a chefe de governo.  É realizada então uma reforma eleitoral que favoreceu muito o Partido Fascista. A nova Constituição implantou a censura da imprensa e em 1929 o Tratado de Latrão foi firmado com o papa Pio XI através do qual se restabelecia o poder dos papas e o livre curso do Catolicismo. E assim o governo de Mussolini ganhou o apoio dos católicos.

A política internacional de Mussolini visou quase que exclusivamente para atentar o povo italiano a conquista de novas colônias. Em 1936, a Itália invadiu a Etiópia e um ano depois o Império italiano da África Oriental foi constituído, contrariando a Sociedade das Nações.

Neste período estava em curso a guerra civil espanhola e Mussolini enviava vários aviões para defender a causa de Francisco Franco. Estreitaram-se também, as relações entre a Itália e a Alemanha, que originou o Eixo Roma-Berlim.

Em Abril de 1939, as tropas italianas ocuparam a Albânia.

Em 1940, a Itália entrou na Segunda Guerra ao lado da Alemanha, mas as conseqüências foram desastrosas, uma vez que perderam suas colônias e teve a Sicilia e parte do sue território sul, invadido por forças Britânicas e Estadunidenses.

Em Julho de 1943, Mussolini foi demitido do sue cargo de primeiro-ministro, pelo Rei Vitor Emanuel III, (sua nomeação a chefe de estado não significou a deposição do rei) e conseqüentemente preso. Em Setembro do mesmo ano foi libertado por pára-quedistas Alemães. E colocado com chefe de uma República Social Italiana, ao norte da Itália, ocupada pela Alemanha.

Um governo presidido pelo marechal Badoglio assinou o armistício e declarou guerra à Alemanha.

Sobre André Luiz!

André Luiz, natural de Osasco, ex-militar do Exército, estudou letras em São Paulo, graduando em Psicologia e fascinado pelos fatos que envolvem a Segunda Guerra Mundial. Idealizador e criador do site Ecos da Segunda Guerra, - antigo Segunda Guerra.org - escreve sob a expectativa de contribuir com a memória deste trágico conflito e demonstrar mesmo nos acontecimentos mais terríveis é possível observar detalhes interessantes.

Veja Também

0 daa29 81794fb5 orig - A Divisão Azul – A Divisão Espanhola de Hitler – Parte II

A Divisão Azul – A Divisão Espanhola de Hitler – Parte II

A atuação da Divisão Azul no teatro oriental da guerra européia até sua desmobilização oficial, …

Spanish Blue Division - A Divisão Azul – A Divisão Espanhola de Hitler - Parte I

A Divisão Azul – A Divisão Espanhola de Hitler – Parte I

Um histórico da situação da guerra em 1941 e os processos de formação e treinamento …

3 comentários

  1. Pingback: Data em que Cada País Uniu-se aos Aliados : Segunda Guerra.org

  2. Pingback: Países do Eixo | Segunda Guerra.org

  3. Pingback: SegundaGuerra.org / Faleceu a Major Elza Cansanção – A Primeira Mulher a Integrar o Exército Brasileiro « Textos jornalísticos – Analice Sauerbronn

Deixe sua Opinião (Facebook - Twitter - Google+)