Ecos da Segunda Guerra

 

1939 - 1945

 

Que essa ocasião solene faça emergir um mundo melhor, com fé e entendimento, dedicado à dignidade do homem e à satisfação de seu desejo de liberdade, tolerância e justiça."

Segunda Guerra Mundial
Home / Segunda Guerra Hoje em dia / Homem Condenado por Decaptar “Hitler”

Homem Condenado por Decaptar “Hitler”

hilterestatua Um tribunal na Alemanha condenou um homem a pagar uma multa de 900 euros – cerca de R$ 2.500 -, no dia 12 de maio de 2009, por ele ter arrancado a cabeça de uma estátua de cera que representava Adolf Hitler.

No ano passado, num ato de ira o ex-policial Frank Lachner, de 42 anos, atacou a estátua pouco após de ela ter sido inaugurada no museu Madame Tussauds, em Berlim, no último mês de junho.

O autor do ataque se defendeu dizendo que o ato foi em protesto a presença de um boneco que representando o principal responsável pelo genocídio na Segunda Guerra, a apenas 500 metros do museu em homenagem às vítimas do Holocausto.

A diretoria do museu afirma que a estátua tem objetivo de figurar a importância história de Hitler e não sua importância como líder ou como pessoa.

Após restauração, a estátua voltou a ser exposta, porém resguardada atrás de uma parede de vidro.

Vários políticos, historiadores e representantes da comunidade judaica criticaram a estátua.  Na Alemanha, é ilegal fazer exposição de símbolos nazistas ou peças de arte que possam ser consideradas honrosas a Hitler.

Há quem diga que a decisão de permitir que a estátua fosse exposta demonstra redução gradual na prudência do governo alemão frente a temas relacionados ao nazismo.

Porém, opino que esconder Hilter e seus atos serve apenas para manter vivo o mito do Führer. Enquanto Adolf Hitler for tratado como um demônio pela história, sempre haverá jovens tolos que se empolgará com os ideais nazistas.

Quanto mais lemos sobre Hitler e seus seguidores nazistas do passado, percebemos que nada mais eram que homens comuns, dotados de insanidades políticas e ânsia pelo poder. Ingredientes encontrados em quase todas as formas de governos no mundo.

Hitler não foi um demônio, e sim um insano político obcecado pelo poder, como Stalin, Idi Amin, Mao Tsé-Tung, Nero e tantos outros.

Sobre André Luiz!

André Luiz, natural de Osasco, ex-militar do Exército, estudou letras em São Paulo, graduando em Psicologia e fascinado pelos fatos que envolvem a Segunda Guerra Mundial. Idealizador e criador do site Ecos da Segunda Guerra, - antigo Segunda Guerra.org - escreve sob a expectativa de contribuir com a memória deste trágico conflito e demonstrar mesmo nos acontecimentos mais terríveis é possível observar detalhes interessantes.

Veja Também

Adolf Hitler realmente morreu em seu Bunker, em 1945?

Por: Anderson Subtil    20 de abril de 1945, enquanto os tanques soviéticos cercavam uma …

7 comentários

  1. Ótimo esse site !!
    sempre que saio daqui saio enrriquecido de sabedoria !
    Parabens aos idealizadores desse site !

  2. Bom, como sempre digo, este
    com
    certeza é um dos melhores, senão o melhor site relacionado a este assunto ao qual somos fascinados, nao pelos ideais nazistas, nem pelos atos dos países do eixo, mas sim pela heróica resistência dos aliados, defendendo sua pátria mãe. Porém, também não me faz a cabeça que o governo alemão permita que seja exposta uma estátua desse obcecado político. Inclusive, acredito que continuar mostrando a sociedade esse cara aí, pode cada vez mais fascinar jovens sem pensamento firmado a quererem ser como Hitler, seguir seus ideais e quererem ser donos do mundo como ele queria. Eu, particularmente sou contra a toda forma de exposição desse maluco, genocida, que inclusive poderia estar vivo, já que somente algumas pessoas o viram morto, e dizem tê-lo enterrado em uma cratera provocado por um tanque. Queira Deus que não. Um grande abraço e parabéns mais uma vez André, seu site está cada vez melhor, continue a nos trazer conhecimento, pois ele nos é muito necessário, Abraço.

    • Muito obrigado, Maicon! Palavras assim que motivam ainda mais a continuidade do Segunda Guerra.org

      E quanto a Hitler, sem dúvida que ele continua sendo um fantasma que assola o mundo com seus ideais.
      Porém vale lembrar que Hitler conseguiu executar boa parte de sua loucura porque teve apoio de muitos: empresários, políticos e até da Igreja Católica.
      A idéia de ver a Alemanha virar comunista, semelhante a URSS, causava pavor àqueles que possuíam muitos bens materiais.
      Bom é dizer que o cabo Hitler foi apenas mais um ditador vaidoso e obstinado pelo poder. Na sua época já havia outros como ele… Stalin, Franco, Getúlio Vargas…
      Hoje em dia há tantos outros na África, na Ásia…
      Enfim, é a velha história: “Quer conhecer a verdadeira personalidade de um homem? Dê poder a ele!”

      E como sempre é bom ressaltar: Os ideais nazistas não tem nenhum fundamento racional e lógico.

  3. Mais um excelente artigo com uma análise que vai muito além do triste “politicamente correto” que se vê por aí. Parabéns

  4. muito bom.trocando de assunto quero compra uma cruz de ferro alguem tem ai pra vende

Deixe uma resposta para Maicon Cancelar resposta