Ecos da Segunda Guerra

 

1939 - 1945

 

Que essa ocasião solene faça emergir um mundo melhor, com fé e entendimento, dedicado à dignidade do homem e à satisfação de seu desejo de liberdade, tolerância e justiça."

Segunda Guerra Mundial
Home / Armamento da Segunda Guerra / Eixo / Armas da Segunda Guerra – Rifle Automático Alemão Fallschirmjägergewehr 42
fg42 - Armas da Segunda Guerra - Rifle Automático Alemão Fallschirmjägergewehr 42

Armas da Segunda Guerra – Rifle Automático Alemão Fallschirmjägergewehr 42

fg42t2k
Detalhe da FG42

A Fallschirmjägergewehr 42FG42 – é um rifle automático alemão desenvolvido especialmente para tropas paraquedistas. Em alemão Fallschirmjägergewehr significa Rifle para paraquedistas.

Após a invasão de Creta, em 1941, foi percebido que as tropas alemãs estavam carentes de uma metralhadora portátil. Enquanto o inimigo se equipava com grande número de metralhadoras como a Bren ou a BAR, os alemães não possuíam nada parecido. As tropas paraquedistas alemãs se viam obrigados a usar um número limitado de metralhadoras MG34 que eram pesadas, e os forçavam a usar armas como a Karabiner 98k e a MP40. Tais armas eram portáteis, porém não tinham poderio de fogo necessário.

Herman Goring, então, insistiu que seus Fallschirmjäger tivessem á sua disposição uma arma mais avançada. Uma arma leve o suficiente para um pára-quedista portá-la durante o salto; que incluísse a possibilidade de tiro automático e servisse como um rifle quando necessário.

Foram distribuídos contratos à seis fabricantes, porém apenas dois protótipos que foram desenvolvidos. O desenho da Rheinmetall-Borsig feita por Louis Stange foi aprovado para produção pela Heinrich Krieghoff of Suhl (fzs) e L.O. Deitrich of Altenburg (gcy). No entanto, algumas falhas no desenho, fez com que a arma fosse modificada duas vezes, aumentando as suas capacidades, mas aumentando também o seu peso e custo.

O mecanismo da FG42 era dotado por um arranjo novo na liberação do gatilho. Quando disparando em modo semi-automático, o ferrolho fechava sobre a culatra. Quando a arma era disparada no modo automático – rajada – o ferrolho ficava aberto permitindo o ar fluir dentro da câmara, melhorando bastante a sua refrigeração.

Depois de quase 2000 Fallschirmjägergewehr 42 terem posto em uso pela Krieghoff, o fornecimento de manganês foi movido para a produção de outro equipamento. Fato que significou ter que redesenhar a arma para usar metal estampado. Os relatórios de combate também solicitaram melhoramentos menores, tais como:

  • Mover o bipé da frente do gatilho para a ponta da arma para diminuir a dispersão ao disparar;
  • Alterar o ângulo da pega da arma para um ângulo quase totalmente vertical,
  • Aumentar o tamanho da proteção à frente do gatilho e trocar o suporte do braço de metal estampado para madeira, para minimizar o sobreaquecimento.

Na época em que o FG42/II foi desenvolvido, a guerra tinha complicado para os alemães. Os bombardeamentos frequentes dos Aliados já haviam destruído diversas fábricas na Alemanha e as únicas armas ainda produzida, eram fabricadas em menor número, com materiais inferiores e estavam sujeitas a fracos métodos de produção.

Somente 5000 unidades do novo modelo foram fabricadas e apenas um número mínimo chegou às frentes de batalha. Os Comandos – grupo de operações especiais da Alemanha – sob o comando de Otto Skorzeny foram os primeiros a empregar a FG42 durante a libertação espetacular de Benito Mussolini em 1943.

Apesar de ser uma arma excelente, a FG42 a sua fabricação era cara e seu processo de produção exigia grande esforço fabril. Não sendo usada em larga escala e é lembrada hoje como uma arma exclusiva dos pára-quedistas alemães.

fg42Fallschirmjägergewehr 42

Alemanha

Tipo: Rifle Automático
País:
Alemanha
Operação: a gás
Calibre: 7,92×57 mm (8 mm Mauser)
Velocidade de saída do projétil: 761 m/s
Comprimento total: 937 mm (Modelo I) /1060 mm (Modelo II)
Alimentação: carregador destacável com 20 projéteis.
Peso: 4,5 kg (modelo I) / 4,9 kg (modelo II)
Alcance: preciso até 500 m.

VEJA MAIS IMAGENS DA FG42

VEJA A  FG42 EM AÇÃO

Sobre André Luiz!

André Luiz, natural de Osasco, ex-militar do Exército, estudou letras em São Paulo, graduando em Psicologia e fascinado pelos fatos que envolvem a Segunda Guerra Mundial. Idealizador e criador do site Ecos da Segunda Guerra, - antigo Segunda Guerra.org - escreve sob a expectativa de contribuir com a memória deste trágico conflito e demonstrar mesmo nos acontecimentos mais terríveis é possível observar detalhes interessantes.

Veja Também

9856df251effa8363c7c4fcbec826464 wwii ford deutschland - SdKfz 3 Maultier - A mula de carga dos alemães

SdKfz 3 Maultier – A mula de carga dos alemães

O SdKfz 3 Gleisketten-Lastkraftwagen (“caminhão de lagartas “), apelidado de Maultier (“mula”) foi uma família …

3 comentários

  1. um dos melhores da segunda guerra

  2. Os alemaes sempre criaram armas mais bonitas…tipo o mp40,mp44,mg42…agore essa ai.

  1. Pingback: Armas da Segunda Guerra Mundial | Blog +

Deixe sua Opinião (Facebook - Twitter - Google+)