Ecos da Segunda Guerra

 

1939 - 1945

 

Que essa ocasião solene faça emergir um mundo melhor, com fé e entendimento, dedicado à dignidade do homem e à satisfação de seu desejo de liberdade, tolerância e justiça."

Segunda Guerra Mundial
Home / Brasil / Preparação / A Seleção Médica para a FEB – Parte I

A Seleção Médica para a FEB – Parte I

feb_topSob o Decreto nº 10.451, de 16 de setembro de 1942, começa a mobilização geral. Com decisão da participação do Exército Brasileiro nas operações de guerra e a organização de uma Força Expedicionária, foram criadas Juntas Médicas de Seleção, em 1943. A função destas juntas era selecionar o efetivo sob o ponto de vista médico.

O serviço dessas juntas causou um mal-estar em relação á moral do brasileiro. Conforme ia se dando a seleção dos jovens, o número de incapacitação era surpreendente. Muitas conclusões precipitadas e de mau gosto foram tiradas do perfil do homem brasileiro, refletindo no compartilhamento das ideias nazista da existência de uma raça superior. O brasileiro passou a ser visto como uma “sub raça”.

As reações frente a este fato variaram. Alguns votavam em pró do relaxamento dos critérios de seleção, outros pediam o retardamento do envio das tropas para a Europa. A Diretoria de Saúde mantinha-se fiel aos critérios aprovados. Previa que a mudança nos critérios de seleção médica causaria reflexos negativos na moral da tropa. Porém não houve argumentos convincentes às autoridades dos escalões superiores e o Serviço de Saúde recebeu ordem para modificar os índices e procedimentos.

A rigorosa seleção médica dos efetivos destinados a compor a FEB foi um dos pontos marcantes na mobilização do Exército na Segunda Guerra Mundial. Os índices elevados resultaram num alto número de incapacitados, não apenas no Brasil, mas também em outros países, inclusive nos Estados Unidos.

relacao_oficiais
Lista de Oficiais Brasileiros estagiários nos EUA

De acordo com a revista “The Nation”, de 22 de julho de 1944, dos 16 milhões de estadunidenses selecionados, mais de 4 milhões foram dado com incapaz devido deficiências físicas ou mentais; 80% dos convocados possuíam alguma deficiência.

Diante da decisão da entrada do Brasil na Segunda Guerra, o Estado-Maior do Exército, determinou à Diretoria de Saúde a elaboração de instruções voltadas à  seleção médica dos efetivos que iriam ser mobilizados. Fato que indica a desconsideração das normas vigentes até então, pelo Estado Maior. Impunham-se novos critérios, novos índices.

Em 3 meses deveriam seriam selecionados cerca de 60.000 homens,  sob as condições exigidas para integrarem a Força Expedicionária Brasileira. Calculava-se que para isso precisariam ser convocados 200.000 homens para a seleção médica em todas as Regiões Militares do território nacional. As previsões não aconteceram. O efetivo convocado para seleção foi diminuído e o prazo aumentado.

FEB-logo

Os efetivos a serem selecionados eram grandes e dispersos por todo o território nacional, contando com poucos recursos materiais, complicados meios de comunicações e um número insuficiente de médicos. Não havia médicos na reserva que pudessem ser convocados.

Por decisão do General Souza Ferreira, o então Diretor de Saúde, em todas as Juntas, a rotina estadunidense, adaptada ao Exército Brasileiro.

Continua: A Seleção Médica da FEB – Parte II

Artigo dividido em 4 partes:

A Seleção Médica da FEB – Parte I

A Seleção Médica da FEB – Parte II

A Seleção Médica da FEB – Parte III

A Seleção Médica da FEB – Parte IV

Sobre André Luiz!

André Luiz, natural de Osasco, ex-militar do Exército, estudou letras em São Paulo, graduando em Psicologia e fascinado pelos fatos que envolvem a Segunda Guerra Mundial. Idealizador e criador do site Ecos da Segunda Guerra, - antigo Segunda Guerra.org - escreve sob a expectativa de contribuir com a memória deste trágico conflito e demonstrar mesmo nos acontecimentos mais terríveis é possível observar detalhes interessantes.

Veja Também

SentaAPua - Senta a Pua! - 1º Grupo de Aviação e Caça

Senta a Pua! – 1º Grupo de Aviação e Caça

Segue abaixo um pequeno explicativo sobre a criação do Senta a Pua, passando pelo treinamento …

Formação da FEB: Um Balanço Decepcionante

Ao se findar o ano de 1943, a situação era a seguinte: Estado-Maior da Divisão …

Deixe sua Opinião (Facebook - Twitter - Google+)