Ecos da Segunda Guerra

 

1939 - 1945

 

Que essa ocasião solene faça emergir um mundo melhor, com fé e entendimento, dedicado à dignidade do homem e à satisfação de seu desejo de liberdade, tolerância e justiça."

Segunda Guerra Mundial
Home / Brasil / Preparação / A FEB Rumo ao Campo de Batalha – Os Escalões de Embarque
jaqueta feb pracinhas com patches cobra fumando 5o exercito - A FEB Rumo ao Campo de Batalha - Os Escalões de Embarque

A FEB Rumo ao Campo de Batalha – Os Escalões de Embarque

feb_top

Com a aproximação do embarque das tropas para a Europa, havia grande tensão e ceticismo quanto a qualidade e capacidade das tropas brasileiras. Muitas incertezas e questionamentos sobre o que haveria de ser quando estivessem diante do conflito havia por toda a parte. Sob toda onda de pessimismo, chacotas e preocupações, as tropas foram organizadas para o embarque.

Após a partida do 1º Escalão de Embarque, a FEB que no plano inicial teria 3 Divisões de Infantaria, reduziu-se apenas a uma, a 1ª DIE e mais alguns órgão de exército: Depósito de Pessoal, a Agência do Banco do Brasil, os Grupos Hospitalares, o Depósito de Intendência, Pagadoria Fixa, o Correio Regulador e o Serviço de Justiça.

embarque02A movimentação das tropas e do material para o embarque causou grande curiosidade popular, fato que impossibilitou o segredo da operação. Assim, os navios de transportes que levavam os cinco escalões da FEB foram escoltados até o estreito de Gibraltar por destróieres brasileiros e aviões estadunidenses. Havia grande tensão quanto a possibilidade de ataques de submarinos alemães.

A viagem foi cansativa e precária. Durante a noite as tropas eram obrigadas a ficarem o tempo todo nos

alojamentos e com todos os compartimentos fechados. A medida era para evitar a emissão de luz e assim garantir a segurança dos navios.

A alimentação ruim e agitação do mar causavam frequentes enjoos aos soldados, o que tornava ainda pior a vida nos alojamentos.

feb013Os cinco escalões de embarque da FEB transportaram 5000 homens, cada um; totalizando 25000. Os três primeiros compunham a 1ª DIE e os outros dois formavam o Depósito de Pessoal.

As viagens rumo á Itália foram organizadas da seguinte forma:

1º ESCALÃO DE EMBARQUE

Partida: 2 de julho de 1944

Chegada: 16 de julho de 1944.

Comandante: General Zenóbio da Costa.

Composição:

  • Escalão Avançado do Quartel General da 1ª Divisão de Infantaria Expedicionária (DIE);
  • Estado Maior da Infantaria Divisionária (ID) da 1ª DIE;
  • 6º Regimento de Infantaria (RI);
  • 4ª Cia. e 1º Pelotão de Morteiro do 11º RI;
  • II/1º Regimento de Obuses Auto-Rebocados (ROAuR);
  • 1ª Cia. do 9º Batalhão de Engenharia (BE);
  • 1/3 das Seções de Suprimento e de Manutenção do 9º BE;
  • 1º Pelotão do Esquadrão de Reconhecimento;
  • Seção de Exploração e elementos da Seção de Comando da 1ª Cia. de Transmissões;
  • 1ª Cia. de Evacuação, o Pelotão Tratamento e elementos da Seção de Comando, todos do 1º Batalhão de Saúde;
  • Cia. de Manutenção;
  • Pelotão de Polícia Militar;
  • Um pelotão de viaturas,
  • Uma Seção do Pelotão de Serviços e elementos da Seção de Comando da 1ª Cia. de Intendência;
  • Elementos da FEB anexos à 1ª DIE: o Correio Regulador, o Depósito de Intendência, a Pagadoria Fixa, correspondentes de guerra, elementos do Hospital Primário, Serviço de Justiça e Banco do Brasil.

Efetivo: 5.075 homens, contando com os 304 oficiais.

2º ESCALÃO DE EMBARQUE

Partida: 22 de setembro de 1944

Chegada: 06 de outubro de 1944

Comandante: General Oswaldo Cordeiro de Farias

Composição:

  • Artilharia Divisionária/1ª DIE (Estado-Maior e Bateria de Comando);
  • O 1º Regimento de Infantaria (RI);
  • I/2º Regimento de Obuses Auto-Rebocados (ROAuR);
  • 9º Batalhão de Engenharia (BE) (elementos do Destacamento de Comando, Cia. de Serviço e 2ª Cia.);
  • Grosso do I° Esquadrão de Reconhecimento;
  • 1ª Companhia de Transmissões (Seção Extra., uma Seção Exploração e Seção de Construção);
  • 1º Batalhão de Saúde (elementos do Destacamento de Comando)
  • 1ª Companhia de Evacuação e elementos da Companhia de Tratamento;
  • Elementos da Cia. de Intendência;
  • Elementos de Depósito de Intendência;
  • Elementos dos Serviços Postal e Justiça;
  • Companhia do Quartel-General da 1ª DIE;
  • Grosso do Quartel General (QG) da 1ª DIE;
  • 2º Grupo Suplementar Brasileiro em Hospitais americanos;
  • 3º Grupo Suplementar Brasileiro em Hospitais Americanos;
  • Correspondentes de guerra e elementos do Banco do Brasil.

Efetivo: 5.075 homens, contando com os 368 oficiais.


3º ESCALÃO DE EMBARQUE

Partida: 22 de setembro de 1944

Chegada: 06 de outubro de 1944

Comandante: General Olimpio Falconiere da Cunha

Composição:

  • 11º Regimento de Infantaria (RI);
  • I/1º Regimento de Obuses Auto-Rebocados (ROAuR);
  • I/1º Regimento de Artilharia Pesada Curta (RAPC);
  • 9º Batalhão de Engenharia (BE) (Comando e Cia. de Serviço, Destacamento de Saúde e 3ª Cia.);
  • Esquadra de Ligação e Observação;
  • 1º Batalhão de Saúde (Destacamento de Comando, Pelotão de Tratamento e 3ª Cia. Evacuação);
  • Elementos da 1ª Cia. de Intendência;
  • Quartel-General da 1ª DIE e Cia. do QG;
  • Depósito de Intendência;
  • Banda de Música;
  • 1º Grupo Suplementar Brasileiro em Hospitais Americanos;
  • Pelotão de Sepultamento.

Efetivo: 5.239 homens, contando com os 318 oficiais.

4º ESCALÃO DE EMBARQUE

Partida: 23 de novembro de 1944

Chegada: 07 de dezembro de 1944

Comandante: Coronel Mario Travassos

  • 1º Escalão do Depósito de Pessoal da FEB;

Efetivo: 4.691 homens – contando com os 285 oficiais.

5º ESCALÃO DE EMBARQUE

Partida: 08 de fevereiro de 1945

Chegada: 22 de Fevereiro de 1945

Comandante: Tenente-Coronel Ibá Jobim Meireles

  • 2º Escalão do Depósito de Pessoal da FEB.

Efetivo: 5.082 homens – contando os 247 oficiais.

Os elementos avulsos, médicos e enfermeiras em particular, destinados aos Hospitais Estadunidenses, foram transportados em aviões (Rio – Natal – Dakar – Nápoles)

Efetivo: 111 – inclusive 67 enfermeiras.

Assim, em cinco escalões, o Brasil levou à Europa a primeira força latino-americana a se envolver diretamente nos combates da Segunda Guerra Mundial. Era apenas o inicio…

 

Sobre André Luiz!

André Luiz, natural de Osasco, ex-militar do Exército, estudou letras em São Paulo, graduando em Psicologia e fascinado pelos fatos que envolvem a Segunda Guerra Mundial. Idealizador e criador do site Ecos da Segunda Guerra, - antigo Segunda Guerra.org - escreve sob a expectativa de contribuir com a memória deste trágico conflito e demonstrar mesmo nos acontecimentos mais terríveis é possível observar detalhes interessantes.

Veja Também

SentaAPua - Senta a Pua! - 1º Grupo de Aviação e Caça

Senta a Pua! – 1º Grupo de Aviação e Caça

Segue abaixo um pequeno explicativo sobre a criação do Senta a Pua, passando pelo treinamento …

Formação da FEB: Um Balanço Decepcionante

Ao se findar o ano de 1943, a situação era a seguinte: Estado-Maior da Divisão …

2 comentários

  1. Saudações. Vc teria informações sobre o destacamento amazônia q fou com o 5º Escalão?

    De acordo com as pesquisas q executei aqui. Só no Pará, 200 soldados embarcaram. 45 não voltaram.

  2. Você teria a listagem do nome dos soldados da 11º RI – meu pai era desse regimento – Hércio da Silva – do Quartel de Joinville -SC

Deixe sua Opinião (Facebook - Twitter - Google+)